Comissão da Verdade

Conselhos de Direitos

DEDIHC

28/07/2014

Semana de mobilização reforça as ações contra o tráfico de pessoas

Começa na segunda-feira (28), em Curitiba, a Semana de Mobilização contra o Tráfico de Pessoas. As atividades seguem até 2 de agosto e marcam o primeiro Dia Mundial das Nações Unidas contra o Tráfico de Pessoas, em 30 de julho, data definida pela Assembleia Geral da ONU.

convite

As atividades são promovidas pelo Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas no Paraná (NETP/PR), vinculado ao Departamento de Direitos Humanos e Cidadania, da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos.

A coordenadora do NETP/PR, Stella Maris Machado Natal, explica que apenas em 2014 estão sendo investigadas no Estado várias denúncias de tráfico de pessoas, envolvendo cerca de 200 casos. Em termos nacionais, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) afirma que, quanto ao tráfico de pessoas, a maior parte dos casos refere-se à exploração sexual, tendo como principais vítimas mulheres, crianças e adolescentes. Em segundo vem a exploração para o trabalho escravo, ou seja, trabalho forçado, servidão, escravatura ou práticas similares e, em último lugar, a exploração para remoção de órgãos.

Stella informa que a mobilização ocorre simultaneamente à Campanha do Coração Azul, que tem a finalidade de implementar os protocolos que integram os Escritórios das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, relativos à Prevenção, Repressão e Punição do Tráfico de Pessoas.

“O significado da Campanha do Coração Azul representa a tristeza das vítimas deste tipo de crime, traz a lembrança à insensibilidade daqueles que compram e vendem seres humanos e, também, representa o compromisso da ONU com o combate ao tráfico de pessoas”, explica. “A ideia principal da campanha é conscientizar sobre o problema e inspirar aqueles que detêm o poder de decisão a promover as mudanças necessárias para acabar com esse crime”, ressalta Stella Natal.

campanha

Os Escritórios das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes e os Estados que aderiram à Campanha Coração Azul realizarão, durante a próxima semana, em diversos países, ações de grande visibilidade alertando contra o Tráfico de Pessoas.

NO BRASIL – O governo brasileiro aderiu à Campanha Coração Azul, da ONU, em 2013, e irá mobilizar ações nacionais em conjunto com a rede de Núcleos de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e os Postos Avançados de Atendimento Humanizado ao Migrante, bem como os Comitês Sociais do Coração Azul.

Entre os principais objetivos da Semana estão a ampliação do conhecimento e a mobilização da sociedade, das instituições públicas e privadas, e das redes para o enfrentamento ao tráfico de pessoas (reconhecimento do fenômeno); ampliação da participação da sociedade civil e indivíduos; divulgação e promoção de visibilidade às ações nacionais desenvolvidas para o enfrentamento ao tráfico de pessoas; disseminação do tema nas redes sociais; e fazer com que a Campanha Coração Azul seja vista como uma plataforma global para a prevenção e enfrentamento ao tráfico de pessoas, com foco na comunicação e informação.

Para saber mais sobre a Campanha Coração Azul acesse http://coracaoazul.com.br/ ou Facebook: Coração Azul – Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. Para denúncias sobre tráfico de pessoas disque 100 e 180, números disponibilizados gratuitamente pelo Ministério da Justiça e Secretaria Nacional de Políticas Públicas para as Mulheres. Quem estiver no exterior pode acionar da Espanha (900 990 055), Portugal (800 800 550) e Itália (800172 211).

AÇÕES – Em Curitiba, um dos destaques da programação será a iluminação, durante toda a semana, do Palácio Iguaçu e do Jardim Botânico na cor azul, como forma de demonstrar a solidariedade à campanha.

Também serão realizadas diversas atividades de orientação, com palestras em estabelecimentos de ensino superior e a distribuição de material educativo nas ruas, com a finalidade de prevenir casos de tráfico de pessoas, além da publicação de artigos sobre o tema na imprensa.

As palestras vão acontecem nos auditórios de faculdades e serão abertas a toda a população, em especial para representantes da sociedade civil organizada e gestores municipais e estaduais. As demais ações serão realizadas nos principais pontos de concentração de pessoas em Curitiba, como a Rua XV de Novembro (Boca Maldita) e a Feira do Largo da Ordem, entre outros.

Um dos destaques é o I Ciclo de Debates sobre o Tráfico de Pessoas, na quarta-feira(30), às 19h, no Auditório do Bloco Bege, na Universidade Positivo(UP), na Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300, no Campo Comprido. Participam a secretária da Justiça do Paraná, Maria Tereza Uille Gomes; o coordenador-geral da Comissão Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, vinculado à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, José Armando Fraga Diniz Guerra; e a fundadora da Associação Brasileira de Defesa da Mulher, da Infância e da Juventude, Dalila Figueiredo.

As inscrições para o I Ciclo de Debates na UP podem ser feitas pelo e-mail nucleoetp@seju.pr.gov.br ou no local do evento.
Para saber mais sobre a mobilização da ONU para o Dia Mundial, visite www.endht.org

Fonte: http://www.aen.pr.gov.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.