Comissão da Verdade

Conselhos de Direitos

DEDIHC

22/10/2014

Ministro reforça importância de execução da economia solidária a populações em situação de rua

Durante a assinatura de dois convênios para execução dos projetos de fomento à economia solidária para inclusão da população em situação de rua no estado do Paraná, o ministro em exercício da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Claudinei Nascimento, reforçou a importância da execução dos projetos com elementos que realmente trabalhem a autonomia dessas pessoas.

O ministro citou como exemplo o Programa de Capacitação do Governo Federal (Pronatec), que somente neste segundo semestre, oferece 1.000 vagas em cursos para populações em situação de rua em São Paulo e no Distrito Federal.

Por meio do Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política Nacional para a População em Situação de Rua, a SDH articula e acompanha a demanda dos convênios desde 2012.

O objetivo dos convênios entre o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e os Centros de Assessoria Multiprofissional (CAMP), de Porto Alegre (RS), e de Formação Urbano Rural Irmã Araújo (Cefuria), de Curitiba (PR), é desenvolver atividades de economia solidária com a população em situação de rua na promoção da autonomia pelo trabalho e na possiblidade de superação da condição de morador de rua.

O evento desta terça-feira (21), em Curitiba, também teve a participação do ministro do Trabalho, Manoel Dias, e do ministro interino da Secretaria-Geral da Presidência da República, Diogo Sant’Ana, além de representantes de movimentos sociais e da Secretaria Nacional de Economia Solidária e das entidades participantes do convênio.

Pessoas em situação de rua - De acordo com a Pesquisa Nacional sobre a População em Situação de Rua, realizada pelo Ministério do Desenvolvimento Social em 2007/2008, foram identificadas 31.922 adultos em situação de rua nos 71 municípios pesquisados (48 municípios com mais de 300 mil habitantes e 23 capitais, independentemente de seu porte populacional). Somado esse número aos municípios de São Paulo, Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre e São Leopoldo, que realizaram pesquisas próprias, chega-se ao total de 48.938. Portanto, no referido período foi divulgado nacionalmente o número aproximado de 50.000 pessoas em situação de rua.

Número de pessoas em situação de rua por município, nos municípios de maior concentração:

• São Paulo – SP – 14.478

• Rio de Janeiro – RJ – 5.580

• Salvador – BA – 3.289

Curitiba – PR – 2.776

• Belo Horizonte – MG – 1.164

• Brasília – DF – 2.512

• Porto Alegre - 1.347

• São José dos Campos - 1.633

• Fortaleza - 1.701

Após a solenidade da assinatura dos convênios, Claudinei Nascimento visitou o condomínio social para Populações em Situação de Rua em Curitiba.
Assessoria de Comunicação Social

Fonte: http://www.sdh.gov.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.