Comissão da Verdade

Conselhos de Direitos

Notícias

22/03/2007

Governo dá dicas para consumo consciente da água

Neste Dia Mundial da Água (22), a Secretaria estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos está reforçando a divulgação entre a população de práticas simples e cotidianas que podem evitar o desperdício. As dicas podem ser adotadas em casa e no trabalho, reduzindo o consumo de água, fazendo bem para o meio ambiente e para o bolso do usuário. Todo o material produzido e distribuído nos 399 municípios do Paraná durante a Semana da Água (20 a 25 de março) contém sugestões para a redução no consumo, visando a preservação da qualidade e quantidade da água dos rios e mananciais de abastecimento do estado. O secretário Rasca Rodrigues aponta um método simples para identificar problemas com vazamentos. “Fecha-se todas as torneiras e registros da residência e então o hidrômetro (aparelho que mede o consumo de água), o procedimento deve parar de registrar o consumo de água. Se o marcador continuar funcionando, certamente a residência está com problema de vazamentos e o desperdício pode ser identificado”, explicou. Segundo o secretário, atitudes como essa podem diminuir drasticamente o consumo de água de uma residência. “Outra dica simples é evitar o sanitário como lixeiro, cada descarga consome de 10 a 30 litros de água”. Reduzindo o consumo de água em casa - No banheiro, outra fonte de consumo exagerado é o chuveiro e a torneira. Uma torneira aberta gasta de 12 a 20 litros/minuto, se estiver pingando, o consumo pode chegar a 46 litros/dia. “Ao escovar os dentes, ou fazer a barba é importante evitar deixar a torneira vazando água, com isso a economia pode chegar a 10 litros por escovação”, explica Rasca. No chuveiro, é aconselhável um banho rápido, usando a água somente para se molhar e se enxaguar, seguindo esses passos em um banho, o consumo em litros de água passará de 180 para 48 litros. Outra dica simples é armazenar a água que escorre do chuveiro enquanto está fria, usando baldes e reutilizando essa água para outros serviços domésticos, a economia com essa prática pode chegar a 20 litros. Na cozinha, ao lavar as louças com a torneira sempre aberta, gasta-se até 110 litros de água, a máquina de lavar é outra vilã pois o consumo por lavagem é em torno de 40 litros. Outra dica é evitar o uso de máquina de água, quando a louça estiver com restos de alimentos impregnados. A melhor opção é deixar a louça de molho por um tempo, evitando um consumo de água exagerado para a remoção dos restos de alimentos. Lavar o carro custa caro para o meio ambiente, em média 600 litros de água são consumidos para a limpeza, se a lavagem for feita com baldes o consumo pode alcançar aproximadamente 30 litros. “Cuidar do meio ambiente e dos recursos hídricos é uma tarefa que pode ser assumida por todas as pessoas. Estamos em um momento onde a população também deve assumir a responsabilidade de cuidar do Planeta. A iniciativa não deve ser apenas do poder público, pois atitudes individuais e cotidianas têm a mesma importância de grandes atitudes coletivas e todas elas fazem a diferença para o meio ambiente e para a conservação da vida”, concluiu Rasca. Fonte: AEN
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.